reiki

O Reiki é uma arte antiga de cura através das mãos. Ao sentir dor, a primeira coisa que a maioria das pessoas faz é colocar as mãos na área dorida. Quando uma criança cai e magoa o joelho, a mãe quer tocá-la (ou beijá-la) e curá-la. O instinto da mãe é colocar as mãos na área ferida. O toque humano transmite calor, serenidade, amor, carinho e cura. Quando um animal está com dor, o primeiro instinto de um cão ou gato é lamber a área dorida – pela mesma razão que uma pessoa aplica o toque com as mãos. Este ato simples é a base de todas as técnicas de cura pelo toque.

O que torna o Reiki diferente de outros sistemas de cura por toque é o processo de sintonização (ou iniciação). Uma pessoa que passou pelo processo de sintonização de Reiki ajustou os seus corpos físico e etéreo a um nível vibracional superior. Certos centros de energia, também conhecidos como chakras, são abertos especificamente para permitir que a pessoa canalize (e vibre) quantidades maiores de energia vital ou Ki. Esta energia da força vital é a fonte da própria vida.

Para curar, numa sessão de Reiki, o terapeuta usa as suas mãos, com a intenção de curar, e a energia Ki faz o resto sem nenhuma necessidade de orientação; fluindo pelas mãos do terapeuta. O terapeuta pode ou não saber o que precisa de cura, mas a energia tem inteligência muito além da nossa compreensão e vai onde é necessária. A energia de cura não é extraída do terapeuta ou da sua aura, mas da Fonte Universal. A cura ocorre em vários níveis – físico, emocional, mental e espiritual. É uma cura holística. A energia Reiki fluirá para a origem do problema e também para a área onde o sintoma é manifestado.

O Reiki pode aliviar a dor, acelerar a cura, estancar uma hemorragia, relaxar o paciente e equilibrar os chakras e a aura. A respiração torna-se mais lenta e a pressão arterial diminui. O paciente fica emocionalmente mais calmo.

O Reiki nunca será prejudicial e é válido para jovens e idosos, plantas e animais. Se houver doença, dor ou perturbação emocional, o Reiki ajuda.